www.ifernandopolis.com.br | www.agenciaoc.com | Você não está conectado. Entrar (ou Cadastre-se) 
 
 
Fernandópolis, SP
Notícias / Saúde  
 
24/05/2017
População deve ficar atenta a possível infestação do aedes aegypti

Embora a quantidade de casos de dengue em Fernandópolis seja pequena em 2017, apenas cinco confirmações, a Secretaria Municipal de Saúde de Fernandópolis faz um alerta para a Avaliação de Densidade Larvária, que foi realizada durante o mês de janeiro na cidade, quando foram avaliados 1.896 imóveis e encontrados 70 recipientes com larvas, o que corresponde ao Índice de Breteau em 3.7, o deixa a cidade em situação de alerta.
 
O Índice de Breteau consiste na avaliação dos níveis de infestação de uma determinada área geográfica em um dado momento. É importante destacar que o nível tolerado é de até 0,9, sendo 1,0 considerado estado de alerta. Os dados foram apresentados na terça-feira, 16, na primeira reunião do ano do Comitê de Mobilização para o Controle de Dengue, que apresentou seus novos membros, nomeados em 2017. Também foi divulgada a diretriz nacional para a prevenção e controle de epidemias de dengue.
 
Na reunião foram mostradas as ações de combate ao aedes aegypti, que transmite a dengue, febre amarela, zika vírus e chikungunya. Como medida preventiva, depois da confirmação do primeiro caso de febre amarela em macaco no município, em dezembro do ano passado, foi intensificada a vacinação dos moradores, de dezembro de 2016 a abril deste ano foram vacinadas 11.808 pessoas contra a doença. Para o combate ao aedes, aconteceram visitas às residências aos sábados, de janeiro a abril deste ano. Também foram oferecidas orientações na Praça Joaquim Antônio Pereira na comemoração ano mês da mulher, em março; e palestras sobre as arboviroses nos Cras (Centros de Referência de Assistência Social), projeto Sonhadores e Centro Social de Menores.
 
Em 30 de abril foi confirmado o segundo caso de febre amarela em macaco, que foi encontrado morto no dia 13 de março, no bairro Brasilândia. Foram realizadas ações de bloqueio casa a casa e atualização da situação vacinal dos moradores na área ao redor.Foram avaliadas 640 carteirinhas e vacinadas 124 pessoas.
 
Em maio, a Secretaria de Saúde promoveu treinamento sobre o correto preenchimento do boletim de controle de criadouros e sobre a brigada contra o aedes. Para junho estão programadas reuniões com os diretores das escolas de Fernandópolis para o desenvolvimento de ações de combate ao vetor.
 
 
 
Casos de doenças transmitidas pelo aedes
 
Neste ano, Fernandópolis confirmou cinco casos de dengue e há 14 pendentes aguardando resultado de exame; de zika não há casos e de chikungunya dois exames pendentes. 
 
Matérias Relacionadas
 
 
Publicidade
CLASSIFICADOS
Loja de Informática
R$ 30,00
FAZER 250 PRETA 2008...
R$ R$7.500,00
Móveis coloniais sem...
R$ Consultar
OPORTURNIDADE DE NEG...
R$ 27.000,00
Quer ficar ainda mai...
R$ Consultar
VENDO EQUIPAMENTO DE...
R$ 600,00
VENDO LOJA DE CELULA...
R$ 80.000,00
VENDE-SE FILHOTES DE...
R$ Consultar
AZULEJISTA!!!
R$ Consultar
Herbalife
R$ 10,00
VENDA, INSTALAÇÃO, H...
R$ Consultar
vendo pick-up strada...
R$ 26.000,00
Publicidade
Ar condicionado Spli...
R$ 729,00
CARRETEIRO SEM EXPER...
R$ Consultar
pizzaria hum!!!
R$ Consultar
Lingerie ( Corpete c...
R$ 88,00
Beauty Hair Cosmétic...
R$ Consultar
procuro casa para al...
R$ 350,00
frangos indio gigaan...
R$ Consultar
ANIMAÇÃO DE FESTA IN...
R$ Consultar
 
 
 
Nuvem de Tags
 
Notícias Guias Serviços    
Agricultura
Cultura
Economia
Educação
Especial
Esportes

Geral
Informativo
Polícia
Política
Saúde
Tecnologia
Guias Comercial
Profissionais Liberais
Guia Médico
Anuncie
Assine
Fale Conosco
   
www.ifernandopolis.com.br | Todos os direitos reservados. | 3 on. Criação: AgênciaOC