Está marcada para esta quarta-feira (12/06) a audiência de instrução, debates e julgamento de Marisa Alves da Silva, 51 anos, acusada de aplicar o golpe conhecido como "boa noite, Cinderela", que resultou na morte do idoso José Roldão da Silva, de 91 anos, em outubro do ano passado.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, no dia 20 de outubro de 2023, Marisa teria dopado a vítima com clonazepam em Fernandópolis, causando seu desmaio para então roubá-lo. José foi encontrado desacordado por familiares no dia seguinte e levado à Santa Casa de Fernandópolis.

Apesar de ter reconhecido a acusada em momentos de lucidez durante a internação, o estado de saúde do idoso se agravou e ele precisou ser transferido para o Hospital de Base em São José do Rio Preto, onde veio a falecer em 1º de dezembro de 2023.

Marisa foi presa em flagrante no dia 8 de novembro, ainda usando as mesmas roupas do dia do crime, e encontra-se detida na Penitenciária Feminina de Tupi Paulista desde então. Ela responde pelos crimes de roubo e homicídio culposo.

A audiência está marcada para as 15h no Fórum da Comarca de Fernandópolis e será realizada por videoconferência. A decisão sobre o caso ficará a cargo do juiz responsável.


Mais sobre Justiça